Horário de funcionamento

Segunda feira - quinta feira: 06:00 às 23:00

Sexta feira: 06:00 às 22:00

Sábado: 09:00 às 16:00

Feriados: 09:00 às 13:00*

*Sujeito a confirmação.

Rua pinheirinho nº65

04321-170

Jabaquara

F: 3938-2481

SIGA NOSSAS REDES

  • Facebook Clean

Aceitamos

(11) 99812-8954

WhatsApp

emagrecimento| perda de peso| ganho de massa| hipertrofia| massa muscular| musculação| treino| dieta

  • FitnessForm

Dores no ombro durante os treinos? Uma das causas pode ser o "SLAP".


A Lesão Labral Superior Anterior Posterior (SLAP) ocorre quando o lábio glenoidal ou labrum, uma cartilagem que reveste a glenóide (cavidade da escápula) se rompe ou se secciona da glenóide, assim podendo até entrar na articulação do ombro causando dificuldades na movimentação do mesmo e dores. Apesar de ser mais frequente em esportistas como arremessadores, tenistas e ginastas, esse tipo de lesão também pode afetar praticantes de musculação entre outras atividades físicas junto com pancadas e traumas na região.



Quando se realiza movimentos repetitivos em que o ombro vá para trás com muita velocidade ou com algum tipo de sobrecarga, com o tempo isso pode causar desgaste dessas cápsula glenoidal. Se o movimento é muito veloz quem atua para “frear” o braço são os músculos dessa região como o manguito rotador. Assim se esses músculos não são estimulados no trabalho de força, o risco de se ter essa lesão aumenta. Outro fato importante é a alteração na rotação do ombro. Com o encurtamento da cápsula glenoidal seja para superior ou inferior, a rotação externa do ombro aumenta em relação à interna ocorrendo alteração nos padrões biomecânicos e deixando o labrum muito vulnerável elevando o risco de rompimento e dores no movimento de rotação interna.

A imagem abaixo mostra uma rotação externa, excessiva e anormal do ombro.


A mudança do eixo de rotação do úmero deixa o ligamento glenoidal inferior anterior numa situação de pseudo-frouxidão (apesar de estar intacto, fica frouxo por não estar mais em contato ao redor do osso). Com o labrum comprometido o úmero (osso do braço) fica livre para fazer mais rotação externa, assim causando compressão e torção do manguito rotador. Temos a porção longa da cabeça longa do bíceps que também realiza essa torção favorecendo ainda mais riscos de lesões nesse musculo, subluxações ou luxações no lábio glenoidal.


Como fortalecer?


A fim de evitar esses tipos de lesões é interessante incluir o trabalho de fortalecimento do manguito rotador no seu programa de treinamento, é ele quem atua para estabilizar os movimentos de rotação interna e externa do ombro. Alguns tipos de alongamentos e exercícios de isometria com fitas e terabands também são de grande ajuda na preservação da capsula glenoidal bem como a execução correta do gesto do exercício Caso a lesão esteja em um nível maior de gravidade, ai o auxilio de um ortopedista especialista em ombro será o mais indicado e dependendo do grau da lesão, a intervenção cirúrgica pode ser necessária.


195 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now